Cinema: Pânico 4

Qual o seu filme de terror favorito?

Sidney Presott volta a ser perseguida por Ghostface em “Pânico 4”.

A heroína Sidney Prescott, virou uma autora de livro de auto-ajuda. Ela retorna para a cidade de Woodsboro para divulgar o seu livro. Na cidade, ela rever os amigos Dewey e Gale, que agora são casados, e alguns familiares. Mas, a volta de Sidney faz com que Ghostface retorne, colocando Sidney, Dewey, Gale, e toda a cidade em perigo.

Em 1996, o diretor Wes Craven reinventou o gênero do terror que andava adormecido desde a década de 80. Nos anos 70 e 80, assassinos como Michael Myers, Jason, Leatherface e Freddy Krueger, (este último criação do próprio Wes Craven) “tocaram o terror” nos cinemas. Craven em 1996 dirige Pânico, que mostra um assassino, conhecido como Ghostface, que entre uma e outra morte, se mostra um pouco desastrado.

O primeiro Pânico tem uma temática mais séria. Já a segunda e a terceira parte é um pouco mais leve, cheia de clichês e com um pouco de humor. O quarto filme da série, também vai pelo mesmo caminho do que seus dois antecessores. Mas isso é ruim? Não, não é ruim. Porque desde a segunda parte, Pânico deixa bem claro o que quer mostrar. No segundo filme, uma das frases clássicas do personagem Randy, vivido brilhantemente pelo ator Jamie Kennedy é: “Sequências não prestam…”. Ou seja, o próprio Wes Craven brinca com o seu filme. Ele explica tudo, diz que a sequencia terá mais sangue, mais vítimas… enfim. E o fato de Wes Craven brincar com isso, faz da série Pânico uma série espetacular.

Ver Pânico 4, é como rever um velho amigo e matar a saudade de um bom papo. Nesta quarta parte, temos o trio de ferro de volta: Sidney, Gale e Dewey, vividos respectivamente por Neve Campbell, Courteney Cox e David Arquette. Pânico 4 tem muito mais terror, e muito mais sangue do que a segunda e terceira parte, e como não poderia deixar de ser, tem muito humor negro e ainda da tempo para Wes Craven fazer homenagens ao Cinema, que o diga Bruce Willis (assista o filme e saiba o porque). Durante o filme, você vê no roteiro de Pânico 4, cutucadas a filmes do mesmo gênero como Jogos Mortais. Homenagens a assassinos como Michael Myers, Jason, Freddy e Leatherface… algumas mortes muito bem elaboradas, outras bem galhofas, mas lembrando: a proposta do filme é essa. Craven também homenageia e muito o filme original, como por exemplo na cena em que o rapaz é colocado amarrado na cadeira… as cenas de ligação perguntando “Qual o seu filme de terror favorito?”. Falta de ideia? Não. Homenagem ao original, e muito bem feita.

Não dá para imaginar um filme da série Pânico, sem os personagens de Sidney, Gale e Dewey. Os três atores estão muito a vontade em seus papéis. O elenco traz caras novas como Emma Roberts, que de longe é a melhor dos novatos. Os outros atores novos, não são marcantes, mas não comprometem o filme. Wes Craven continua muito bem na direção. Kevin Williamson escreve um ótimo roteiro, e na brincadeira de adivinhar quem é o assassino no filme, chega a ser uma surpresa quando descobrimos quem é o serial killer.

Enfim, os fãs da série vão se deliciar com o quarto filme da série. Pânico 4 quando quer tem muito suspense, mas que também sabe fazer a gente rir de vez em quando.

E aí, qual o seu filme de terror favorito?

Nota: 9,0

Scream 4, 2011. Direção: Wes Craven. Com: Neve Campbell, Courteney Cox, David Arquette, Emma Roberts, Rory Culkin, Hayden Panettiere, Adam Brody, Anthony Anderson, Anna Paquin, Kristen Bell. 105 Min. Terror.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Um pensamento sobre “Cinema: Pânico 4

  1. Eu ainda não vi este, talvez porque perdi a esperança em toda a saga que, desde o segundo filme, me desagradou muito. Muito mesmo. Quando o primeiro da série foi lançado, em meados de 1996, eu fiquei impressionado com a nova cara do terror iminente: O Ghostface. Foi genial! Mas, relutantemente, as sequências ficaram cansativas e as piadas do próprio assassino em questão, brincando com as vítimas antes de ceifá-las a vida, não me convenceram DE de modo empolgante. Tá certo, foi um gênero novo e tal com pitadas de sátira e humor, mas Scream “morreu” pra mim. É claro que vou conferir o quarto filme, pois a máscara de Ghostface me dá medo até hoje, no entanto, espero que esta franquia acabe por aí mesmo. Esta foi a minha humilde opinião. Mais uma vez, ótima resenha do autor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s