Cinema: Os Agentes do Destino

Mistério, Destino e Escolhas…

Emily Blunt e Matt Damon: o primeiro encontro dos dois em “Os Agentes do Destino”.

O destino é controlado, ou nós fazemos o nosso próprio destino? É essa a questão que o político David Norris interpretado por Matt Damon, vai passar em sua vida. Perto de ser eleito senador dos EUA ele se apaixona pela dançarina Elise Sellas interpretada por Emily Blunt. Quando ele decide viver esse amor, ele começa a ser perseguido por homens misteriosos que tentam afastar o casal.

Não se pode negar, o tema do filme é muito atraente e tem muito charme. Falar de livre arbítrio é bem interessante e o filme aproveita para mostrar ao público os dois lados da moeda: aceitar um destino já escrito ou mudarmos algo e ter um destino totalmente diferente, independentemente das consequências que essa mudança possa causar… e isso é um tema que sempre chama a atenção.

O trailer deste filme, vendia o filme como algo mais complexo. Parecia que o filme iria ser dificil de entender. Mas conforme o filme vai passando, você percebe que a história é simples e muito bem contada graças a direção do talentoso e estreante George Nolfi, que em nenhum momento deixa o seu filme ficar chato. Ele soube deixar os atores bem a vontade em todas as cenas, e dirige muito bem as cenas que tem todo um mistério e consegue deixar a platéia na expectativa do que pode acontecer, que são as cenas onde os “agentes do destino” interrogam, conversam e perseguem os personagens de Matt Damon e Emily Blunt.

Matt Damon aliás, está bem a vontade. Chega até a lembrar os tempos de Bourne em determinadas cenas. E Damon combina com qualquer papel, e por isso está bem a vontade interpretando o político David Norris. Emily Blunt também está ótima e a cada papel fica melhor ainda. E os coadjuvantes também estão muito bem em cena.

A trilha sonora não tem nada de espetacular, mas não deixa a desejar e dá conta do recado. O roteiro do próprio George Nolfi também está impecável ao falar sobre um tema tão fascinante. O roteiro dá ao filme um final interessante, e termina com belas palavras.

Matt Damon de volta a correria, e um roteiro que fala sobre temas interessantes, fazem de Os Agentes do Destino uma ótima diversão.

Nota: 8,0

The Adjustment Bureau, 2011. Direção: George Nolfi. Com: Matt Damon, Emily Blunt, John Slattery, Anthony Mackie, Terence Stamp, Michael Kelly, Michael Bloomberg. 106 Min. Ação.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s