Memorável: O Iluminado

Jack Torrance: Tomado pela loucura, tenta matar esposa e filho.

Jack Torrance é um homem contratado para o emprego temporário de zelador de um enorme hotel, que fecha as portas durante três meses por falta de público – período exato que um intenso inverno afeta o local. Ele leva sua mulher Wendy e seu filho Danny para lá, onde ocorreu um sangrento massacre em família alguns anos atrás. Depois de um certo tempo, Jack começa a apresentar problemas mentais devido ao isolamento… Ele começa a ficar mais agressivo e impaciente, ao mesmo tempo que seu filho tem visões e contatos com os acontecimentos ocorridos no sombrio passado daquele hotel.

O ano era 1980. Desde a década de 70 o terror já era explorado. Assassinos em série como Leatherface de O Massacre da Serra Elétrica e Michael Myers de Halloween já andavam matando muita gente. O Diabo também deu as caras em O Exorcista. Mas o diretor Stanley Kubrick resolveu adaptar o livro ‘O Iluminado’ escrito por Stephen King. O livro aterrorizante conta a história de Jack Torrance que tenta matar esposa e filho com golpes de machado… será que existe situação mais aterrorizante do que essa? O seu esposo ou o seu pai querendo matar você? Com uma premissa dessas, não tinha como o filme não dar certo.

Cena da Adega: loucura confirmada.

Stanley Kubrick acerta em cheio ao escalar Jack Nicholson para o papel de Jack Torrance. Nicholson já tem uma cara estranha, que se passa facilmente por louco… e isso foi perfeito para o personagem. A loucura de Jack no filme vai se agravando lentamente. Não é uma coisa, tipo: Pronto! Ele ficou doido! Não. Kubrick tem muito cuidado pelo personagem, e faz quase um passo-a-passo da loucura. Até que chega a cena da Adega, e percebemos ali que Jack está totalmente pirado. Junte-se a isso a sensação de isolamento que existe no filme, não é de se duvidar que o personagem ficasse louco. Jack Nicholson está no ponto certo, e não deixa em momento algum o seu personagem ficar galhofa. Em todas as cenas você acredita que aquele cara está louco. E aí está um dos pontos fortes do filme.

Mãe e filho: Luta pela sobrevivência.

O filme ainda tem aquele mistério de não mecher em coisas proibidas. E isso é mostrado com o quarto 237. Desde a conversa entre Hallorann e Danny o quarto 237 é falado. E Hallorann avisa para Danny que nunca entre lá… no decorrer do filme descobrimos o que tem dentro do quarto, mas apesar deste mistério, Kubrick em momento algum deixa o quarto 237 ser a principal coisa do filme, é só mais uma peça deste quebra-cabeça que levará Jack para a loucura.

Cena do machado.

O filme de praticamente 120 minutos tem o seu ápice na meia hora final. São cenas pra deixar o espectar atento, sem nem piscar: Wendy acertando Jack com um taco de baiseball e depois prendendo ele na dispensa; Danny escrevendo a palavra Assassinato ao contrário; Jack matando Hallorann, que tinha voltado para ajudar Wendy e Danny… e a melhor cena de todas, não só do filme como da história do cinema. A cena em que Jack persegue esposa e filho com um machado. Na celebre cena, depois de fazer um buraco na porta Jack grita: O Jhonny está aqui! Loucura total. E a cena só vai terminar em um labirinto tomado pela neve. Se você achou que a cena do labirinto de Harry Potter e o Cálice de Fogo foi tensa, essa de O Iluminado eleva a todos os níveis de terror, tensão, medo… enfim, muitos sentimentos. Danny consegue escapar utilizando a inteligância… enquanto Jack morre congelado.

Cena clássica: O Jhonny está aqui!

Stephen King autor do livro que deu origem ao filme nunca gostou desta adaptação, apesar deste filme ser um clássico do terror. King não gosta porque Kubrick mudou muito o seu livro. Só para se ter ideia, o final do livro é totalmente diferente do final do filme. Mas na época King ainda não era famoso e não podia dar muitas opiniões nos filmes… Em 1997 King e o diretor Mick Garris levaram para televisão uma minissérie baseada no livro.

Visões de Danny: Passado do Hotel se mostra um verdadeiro banho de sangue.

Um filme tenso, sombrio e muito claustrofóbico. O Iluminado é até hoje um clássico do terror que ainda consegue dar medo em muita gente… se nunca assistiu, assista e descubra o que tem dentro do quarto 237…

O Iluminado: Nota: 9,0

The Shining, 1980. Direção: Stanley Kubrick. Com: Jack Nicholson, Shelley Duvall, Danny Lloyd, Scatman Crothers, Barry Nelson, Philip Stone, Joe Turkel. 119 Min. Terror.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s