Memorável: A Origem

Sonho ou realidade? Christopher Nolan cria um dos filmes mais fantásticos da história.

Dom Cobb é um habilidoso ladrão, o melhor na perigosa arte da extração, o roubo de segredos valiosos das profundezas do inconsciente durante o sono com sonhos, quando a mente está mais vulnerável. A rara habilidade de Cobb o tornou peça fundamental no traiçoeiro mundo da espionagem industrial, mas também o tornou um fugitivo internacional e ele perdeu tudo o que mais amava. Agora, Cobb tem sua chance de redenção, um último trabalho que pode dar-lhe sua vida de volta se ele conseguir o impossível, a inserção. Ao invés do roubo perfeito, Cobb e sua equipe de especialistas têm que obter o inverso: sua tarefa não é roubar uma ideia, mas plantar uma. Se eles conseguirem, terão o crime perfeito. Mas nem todo seu planejamento poderia prepará-los para um perigoso inimigo que parece prever cada movimento da equipe. Um inimigo que apenas Cobb consegue enfrentar.

Cobb convence Ariadne a entrar em sua equipe.

Podemos dizer que A Origem é um casamento perfeito envolvendo todos os elementos dos quais um filme é feito. Direção, atuações, roteiro, trilha, efeitos, montagem, sons… enfim, é uma experiência cinematográfica inesquecível.

Saito descobre o “sonho dentro do sonho”.

O roteiro escrito pelo próprio diretor Christopher Nolan, apesar de brilhante, chega a ser confuso no começo. O que é natural olhando a temática da história. Mas a maneira como você vai fazendo a ligação dos fatos é tão bem feita que você embarca na história. Em menos de cinco minutos de filme, vemos o personagem de Cobb em três locais diferente: na praia, em uma conversa com Saito, e depois em um quarto… depois descobrimos que os personagens estão dormindo e sonhando. É no meio dessas cenas que temos uma das grandes falas, que é dita por Saito: “Que veio roubar de mim ou que estamos dormindo?”

Mal e Cobb: o centro dramático do filme.

A Origem é daqueles filmes que a cada vez que você assiste você vai descobrindo algo novo. Como por exemplo, as várias referências que Nolan faz com o que aconteceu a esposa de Cobb, Mal. Alguns diálogos você vai juntando e percebe o que aconteceu com ela. Cada vez que isso acontece, o filme  vai ficando ainda mais interessante.

Mas A Origem não é Memorável apenas pelo seu ótimo roteiro. As cenas com efeitos especiais são inacreditáveis. A cena em que Cobb conversa com Ariadne e tudo ao redor deles vai explodindo é linda. Logo depois vemos uma rua, e os prédios virando de ponta à cabeça. Cenas espetaculares, mas essas são apenas a entrada. O prato principal, é uma das cenas mais espetaculares e incríveis da história do cinema: A luta no corredor com gravidade envolvendo o personagem Arthur é simplesmente brilhante. Essa cena deixa bem claro como a montagem do filme é bem feita. A cena da luta acontece em conjunto com a cena em que a van sofre um acidente, e conforme a van vai capotando o corredor vai girando… enfim, só um gênio poderia criar uma coisa dessas, ainda bem que Christopher Nolan é gênio.

São tantas cenas espetaculares, que Nolan colocou a da cidade dobrando no trailer do filme.

O final intrigou muitas pessoas. Afinal, o pião parou de rodar ou não. Nolan não é o primeiro diretor a deixar um filme com o final em aberto. Alguns diretores usam esse artifício para deixar que o público decida, e assim cada um imagina um final.

Cillian Murphy e Leonardo DiCaprio: Alguns dos destaques do filme.

O elenco cheio de atores talentosos, conta com Leonardo DiCaprio que continua cada vez melhor. Cillian Murphy está impecável, e é um daqueles atores que incorporam qualquer personagem. Joseph Gordon-Levitt e Ellen Page com o talento que a gente já conhece, dão credibilidade aos seus personagens. Ken Watanabe está muito bem, e Marion Cotillard entrega mais um personagem muito bem feito, em uma bela atuação carregada no drama que o seu personagem precisa.

Hans Zimmer compôs uma das melhores trilhas de sua carreira, foi indicado mais não ganhou o Oscar. Com essa trilha, Hans Zimmer mostra ser um dos compositores mais versatéis de Hollywood. Criou uma trilha dramática em O Rei Leão, neste filme ele ganhou o seu único Oscar até agora. Em O Chamado ele entregou uma trilha bem assustadora e em A Origem, uma trilha carregada de ação. Curiosamente, a música que toca no trailer do filme, e que estava sendo chamada de “baaaauuummm” na verdade se chama “Mind Heist”, é a única que não foi composta por Hans Zimmer e sim por Zack Hemsey.

Briga no corredor: uma das cenas mais espetaculares da história.

Se hoje temos A Origem como um dos filmes mais espetaculares da história, devemos isso ao enorme sucesso de Batman – O Cavaleiro das Trevas. Com Batman, Christopher Nolan virou um dos principais diretores de Hollywood e virou sinônimo de grandes bilheterias. Se não fosse o enorme sucesso de Batman, A Origem ficaria jogado em uma gaveta qualquer e talvez nunca seria feito. Nolan, mostra o quanto é um idealista e cria uma história totalmente original, e ele sabe que esse filme não é para todos os públicos, muitos não vão entender o filme. Mas Nolan não se preocupa com isso, ele se preocupa com o seu público, e sabe que o seu público vai entender a mensagem que ele quer passar.

Uma história totalmente original, recheada de efeitos espetaculares e com um roteiro bem envolvente, fazem de A Origem um filme que ficará para sempre na memória de cada cinéfilo!

A Origem concorreu a 8 Oscar’s e venceu 4.

A Origem, 4 Oscar’s: Melhor Fotografia, Efeitos Visuais, Edição de Som e Mixagem de Som.

Nota: 10,0

Inception, 2010. Direção: Christopher Nolan. Com: Leonardo DiCaprio, Marion Cotillard, Ken Watanabe, Joseph Gordon-Levitt, Ellen Page, Tom Hardy, Cillian Murphy, Tom Berenger, Michael Caine. 148 Min. Ação.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Um pensamento sobre “Memorável: A Origem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s