Cinema: O Homem do Futuro

Humilhação, Romance e Ficção…

Viagem no tempo: O encontro entre passado, presente e futuro.

No filme, Zero é um cientista genial, mas infeliz porque há 20 anos atrás foi humilhado publicamente na faculdade e perdeu Helena o grande amor de sua vida. Certo dia, uma experiência acidental com um de seus inventos faz com que ele viaje no tempo, mais precisamente, ao passado. Depois da chance de mudar a sua história, Zero retorna ao presente totalmente modificado e se descobre um tremendo canalha, o que só o afastou ainda mais de Helena. Agora, sua chance é voltar novamente no tempo e impedir que ele mesmo altere o presente.

Podemos resumir O Homem do Futuro, na seguinte frase: O Homem do Futuro, é o Efeito Borboleta brasileiro. É impossível não fazer a comparação enquanto você assiste o filme… viagens no tempo, as drásticas mudanças que acontecem no futuro quando o personagem muda o passado… enfim muita coisa é parecida com o filme estrelado por Ashton Kutcher.

No entanto, o filme não tem o mesmo êxito que o filme americano, e alterna entre altos e baixos… quando falo mesmo êxito, digo no aspecto de surpreender o público. O Diretor Cláudio Torres, que dirigiu os ótimos A Mulher Invisível e Redentor, não está tão inspirado como nos seus outros filmes, e com isso desliza um pouco na direção. E com essa direção errante em alguns momentos, ele faz até Wagner Moura perder um pouco de brilho.

Cláudio Torres acerta em escalar um elenco bem talentoso e muito bacana. É bom ver em cena Gabriel Braga Nunes e Maria Luísa Mendonça… mesmo com participações até pequenas, os dois se saem muito bem. Alinne Moraes também está muito bem, e exala sensualidade e talento em tela. Quanto a Wagner Moura, digamos que sua atuação seja 2 x 1 a seu favor… explico: devido as viagens no tempo, acompanhamos três personalidades diferentes dele, ou seja: passado, presente e futuro. No passado, ele é um CDF gago e inocente… no presente, um cientista louco e no futuro, também um cientista, porém normal. Dentre os três personagens, os dois mais dramáticos Wagner Moura faz muito bem. O CDF está perfeito, apaixonado pela garota mais bonita da faculdade, ele está bem caracterizado como um nerd. E no futuro, um personagem mais responsável e disposto a arriscar o seu amor para que tudo fique bem, um personagem mais centrado, e mais uma ótima atuação de Wagner Moura. Agora não podemos dizer o mesmo do seu personagem no presente. O cientista que Wagner representa é tão louco e faz coisas tão sem graça que lembra muito o Renato Aragão hoje em dia. Algumas sequências são bem forçadas. Esse tipo de humor, pode até ser engraçado para crianças, mas não pega os adultos. Wagner bem que se esforça, mas Cláudio Torres deixou esse personagem cair na galhofa em alguns momentos.

Em compensação a montagem do filme é brilhante, e nunca deixa confuso a mistura entre passado, presente e futuro. A fotografia também foi muito bem feita e dá ao filme um visual lindo, ao utilizar cores bem vivas. Quanto aos efeitos especiais, não são muitos, mais quando executados dão conta do recado.

O filme também é uma homenagem a filmes antigos, e a maior delas é a Carrie – A Estranha. Pra quem é da década de 80 e 90, a triha sonora é um show. É muito bacana ver por exemplo um dos clássicos do Legião Urbana no filme. A música “Tempo Perdido” toca muito… se não me engano 4 ou 5 vezes.

Apesar de um defeito em uma das versões de Wagner Moura, ainda é muito bacana ir conferir O Homem do Futuro, um filme que além da boa química do elenco mostra que o Brasil é capaz de produzir uma boa ficção científica.

Nota: 8,0

O Homem do Futuro, 2011. Direção: Cláudio Torres. Com: Wagner Moura, Alinne Moraes, Maria Luísa Mendonça, Gabriel Braga Nunes, Gregorio Duvivier, Fernando Ceylão, Rodolfo Bottino. 106 Min. Comédia Romântica.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

6 pensamentos sobre “Cinema: O Homem do Futuro

  1. Amei o filme, bem diferente p o estilo cinema nacional… inclusive achei q LAVOU filmes como Efeito Borboleta (q por sinal é um dos meus filmes favoritos), o q digo q lavou foi na ideia da historia, pq em Efeito Borboleta ele tenta mudar de varias formas e sempre da errado… em Homem do Futuro ele “trapaceia”, ele vê os erros q pode cometer mudando de fato o futuro, então ele “fingi” não mudar porém tem a carta na manga q faz tudo ficar como ele queria… isso eu achei brilhante!!!

    • Na verdade se analisar direito, não há trapassa e nem alteração dos fatos, é uma linha do tempo perfeita onde ele foi ao passado onde os fatos aconteceram e voltou ao presente como tinha que ser para continuar a vida. não é igual a “efeito borboleta” e sim “de volta para o futuro! “. toda a história foi amarrada, na visão do ZERO podemos entender erroneamente que houve mudanças, mas de Helena a linha seguiu perfeitamente, sem alterações assim como com outros personagem!

      O legal do filme é que ZERO entendeu que fatos tristes do passado o fizeram ser um Homem do Futuro e não um Fracassado até o momento em que ele entra na capsula! Depois de seu retorno ele entendeu tudo e se tornou um homem FELIZ!

    • O Homem do Futuro é um filme mais “pipocão”, não tem uma história tão tensa como em Efeito Borboleta… Como você falou Érika, realmente o Zero tem a carta na manga e isso faz o personagem brincar um pouco de “Deus”, quando em Efeito Borboleta o personagem de Ashton é mais como uma marionete, tem o dom de voltar ao passado porém não tem o controle, e assim ele percebe que não adianta ele ficar voltando, porque nunca ficará do jeito que ele quer… e assim ele abre mão do grande amor de sua vida para deixar tudo em ordem… e isso foi surpreendente.

      E bem observado Carlos, realmente o filme tem muito de De Volta Para o Futuro também, mas também tem muito de Efeito Borboleta. O fato do personagem do presente querer voltar justamente para a noite da festa e mudar aquela humilhação mostra isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s