Memorável: Meu Primeiro Amor

Thomas e Vada: amizade, amor e perda.

Vada, uma garota de 11 anos, é obcecada com a morte, pois sua mãe morreu e seu pai, Harry, é um agente funerário que não lhe dá a devida atenção. Vada é apaixonada por Jake Bixler, seu professor, e no verão faz parte de uma classe de poesia só para impressioná-lo. Paralelamente é muito amiga de Thomas J., um garoto que é alérgico a tudo. Quando Harry contrata Shelly DeVoto, uma maquiadora para os funerais, e se apaixona por ela, Vada se sente ultrajada e quer fazer qualquer coisa que estiver em seu poder para separá-los.

Vada: muitos conflitos para a pequena garota.

Meu Primeiro Amor é um daqueles filmes que virou clássico da Sessão da Tarde, exibida na Rede Globo. Seja por sua história cativante e encantadora que fala sobre amor e vida, a verdade é que o diretor Howard Zieff aposta praticamente todas as fichas na estreante Anna Chlumsky, já que a sua personagem Vada é quem segura praticamente toda a carga dramática do filme.

Vada não teve a oportunidade de conhecer a mãe, já que ela morreu dois dias depois que ela nasceu, devido a complicações no parto. Seu pai não lhe dá muita atenção, como é mostrado logo na cena inicial do filme. Pode-se dizer até que Vada é carente de atenção, mas isso é devido ao que a vida lhe causou e o que vem lhe causando. Em meio a isso, ela ainda é apaixonada por seu professor Jake. E talvez seja aí, onde boa parte do público tem a sua primeira identificação com Vada. Quem nunca se apaixonou por um professor ou professora? Quem nunca dormiu à noite e teve sonhos deste tipo? É, se tem uma coisa pela qual o diretor Howard Zieff merece os parabéns, é pelo humanismo que ele aplicou ao seu filme.

Paixão de infância: Vada é apaixonada por seu professor.

Em meio aos conflitos da personagem, vamos observando também a linda amizade que ela tem com Thomas J., e aos poucos e de forma bem suave vamos notando o romance no ar. É incrível a química entre as duas crianças, e a forma como eles chegam ao primeiro beijo, é lindo. É uma das cenas mais inocentes e belas que o cinema já proporcionou. Enquanto Vada vai vivendo suas primeiras aventuras amorosas, ela vê o pai se envolvendo com Shelly. Graças ao medo de perder o lugar na vida do pai, para Shelly, ela tenta separar os dois… mas logo ela é domada, e vê que Shelly é uma ótima pessoa.

Primeiro beijo: inocência.

Em meio a tantas coisas para uma garotinha de 11 anos, só faltava uma: a morte. Não conto com a morte da mãe, pois ela só tinha dois dias. A morte do seu melhor amigo, Thomas J. faz todos os sentimentos dela explodir, e alguns desses sentimentos ela coloca pra fora, seja contando para o professor que o ama, seja falando com Thomas J. dentro do caixão, ou fugindo e indo pra perto do lago, onde ela e Thomas J. costumavam a passar boa parte do tempo. Os vinte minutos finais de Meu Primeiro Amor são arrebatadores, e nunca envelheceram, até hoje, é impossível não se emocionar com este filme.

Jamie Lee Curtis e Dan Aykroyd.

Howard Zieff mostra uma direção fantástica sobre os atores. Dan Aykroyd e Jamie Lee Curtis estão muito bem em seus papéis, e deixam as duas crianças livres para brilharem. Macaulay Culkin recém saído de outro sucesso, Esqueceram de Mim, mostra uma boa desenvoltura. E já a estreante Anna Chlumsky, parece mais uma veterana, e segura as pontas em todas cenas. Esse é o típico filme que você nota que todos os atores se dedicaram 100% para fazer um ótimo trabalho, e foi isso mesmo que eles obtiveram.

Na parte técnica o filme também é ótimo. Ambientado nos anos 70, a recriação desses anos é incrível. A montagem também merece destaque, assim como a linda fotografia. A trilha sonora também é espetacular, tão boa, que só deixa para a cena final o clássico My Girl, que aparece enquanto Vada vai embora e fica durante os créditos. Enfim, um filme perfeito.

Infância com brincadeiras e passeios de bicicleta.

Então é isso, nada melhor do que revisitar esse clássico. Um filme cheio de vida, que da vontade de fazer que nem essas duas crianças da foto aí em cima, pegar sua bicicleta e sair por aí cantando com outra pessoa. E isso, já é uma coisa muito boa.

Nota: 10,0

My Girl, 1991. Direção: Howard Zieff. Com: Dan Aykroyd, Jamie Lee Curtis, Macaulay Culkin, Anna Chlumsky, Richard Masur, Griffin Dunne, Ann Nelson, Peter Michael Goetz, Jane Hallaren. 102 Min. Romance.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Um pensamento sobre “Memorável: Meu Primeiro Amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s