Cinema: Missão: Impossível – Protocolo Fantasma

Correria, Ação e Adrenalina…

Dublê? Nada disso… Tom Cruise escala o prédio mais alto do planeta.

A trama mostrará o agente secreto Ethan Hunt e seu time da força-tarefa Missão Impossível no papel de foragidos da justiça. Após serem acusados de um atentado a bomba na Rússia, Hunt e seu novo time precisam limpar o nome de sua agência quando o Presidente decreta o início do Protocolo Fantasma. Contando apenas com sua experiência e a ajuda do misterioso Brandt, Hunt deve trabalhar fora do radar do Governo, que os acusa de serem terroristas tentando iniciar uma Guerra Nucler.

O típico filme pipoca. A franquia Missão: Impossível continua cada vez melhor, e agora com o fôlego de Brad Bird na direção, que estreia como diretor de filmes com atores “reais”. O roteiro deste quarto filme da franquia talvez seja o mais fácil de se compreender. Simples e direto ao ponto, trás uma ótima história que vai fazer o público ficar sem fôlego durante a sessão.

E olha que grata surpresa na direção: Brad Bird. Diretor conhecido na Pixar, Bird tinha dirigido apenas animações, como O Gigante de Ferro, Os Incríveis e Ratatouille. Aqui, ele se mostra bem a vontade dirigindo um mega astro que é Tom Cruise, e mostra também que tem fôlego para se aventurar de vez nesse gênero. As cenas de ação que Bird conseguiu fazer são espetaculares, algumas até as melhores da franquia. Que o diga, a cena de um certo prédio em Dubai…

Em termos de atuações, Tom Cruise está mais a vontade do que nunca. O astro que é sinônimo de Missão Impossível, recusou dublê em praticamente todas as cenas, e ele inclusive escalou o prédio mais alto do mundo, que inclusive é uma das melhores cenas. O filme ainda tem o sempre simpático Simon Pegg que está hilário em algumas cenas, e trás um excelente lado cômico para a franquia. Jeremy Renner conseguiu se encaixar bem na trama, e também entrega uma ótima atuação, assim como a bela Paula Patton. O filme ainda trás Josh Holloway, Tom Wilkinson, Ving Rhames e Michelle Monaghan em participações especiais.

Os efeitos especiais estão espetaculares. A cena da tempestade de areia é um ótimo exemplo. Todas as cenas em que Tom Cruise está acelerando um carro, faz qualquer filme da franquia Velozes e Furiosos parecer filme pra criança. Quanto a trilha, Michael Giacchino comanda mais uma vez e continua não decepcionando. Seja em uma nova versão da música tema, ou nas outras músicas, a trilha sonora do filme também é uma atração a mais.

Enquanto Ethan Hunt e a franquia Missão: Impossível fazer o público perder o fôlego, e ficar com a adrenalina lá em cima, sempre valerá a pena acompanhar a franquia. Missão: Impossível – Protocolo Fantasma, vale muito cada centavo do ingresso.

Nota: 9,0

Mission: Impossible – Ghost Protocol, 2011. Direção: Brad Bird. Com: Tom Cruise, Jeremy Renner, Paula Patton, Simon Pegg, Josh Holloway, Michael Nyqvist, Léa Seydoux, Anil Kapoor, Vladimir Mashkov, Tom Wilkinson, Ving Rhames, Michelle Monaghan. 133 Min. Ação.

Evilmar S. de Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s