Cinema: O Artista

Glória, Decadência e Renascimento…

O Artista: homenagem ao cinema mudo, é premiado com vários Oscars.

Na Hollywood de 1927, o astro do cinema mudo George Valentin (Jean Dujardin) começa a temer se a chegada do cinema falado fará com que ele perca espaço e acabe caindo no esquecimento. Enquanto isso, a bela Peppy Miller (Bérénice Bejo), jovem dançarina por quem ele se sente atraído, recebe uma oportunidade e tanto para traballhar no segmento. Será o fim de sua carreira e de uma paixão?

E vamos voltar no tempo e embarcar para a década de 20, de 30 e ver o quanto O Artista é um ótimo filme. A transição da história do cinema mudo para o falado ganha vida com o astro George Valentin, que digamos é “contra” o cinema ser falado. O personagem é muito rico em algumas características que marcam o povo: o medo de tentar o novo, medo também de deixar de ter uma situação confortável, medo de perder a glória. O personagem de George Valentin é tão contra o cinema falado, que mesmo depois que o estúdio em qual trabalha passa a trabalhar nesse segmento, ele sai do estúdio e começa a dirigir e criar o roteiro dos seus próprios filmes. Inclusive depois disso, temos uma ótima cena, em que ele observa a sala praticamente vazia, assistindo um filme que ele dirigiu. O olhar dele diz tudo. Mas ao final do filme ele renasce, graças a ajuda de Peppy Miller, que consegue mostrar para ele, que o cinema falado é uma grande ideia.

É arriscado fazer um filme no molde de O Artista nos dias de hoje. Mas o diretor Michel Hazanavicius mostrou muita coragem, e criou um roteiro original e deu vida a este belo filme. Ótima trilha, montagem e figurino, o filme em momento algum é chato de se acompanhar. O filme é tão bem feito, que em poucos minutos você já está adaptado, e o fato de ser mudo não atrapalha.

Ótimo na parte técnica, faltava apenas uma coisa para o filme ser bem sucedido: as atuações. Michel Hazanavicius, busca nos desconhecidos Jean Dujardin e Bérénice Bejo a dupla central que vai segurar todo o filme. E a dupla cumpre muito bem o seu papel. Simpáticos e mostrando emoção a flor da pele, os dois dão um show em cena. Jean Dujardin engraçado em diversas cenas, mostra que tem muito a mostrar na sua carreira, além de ser um baita dançarino. Lembramos até de John Travolta e Patrick Swayze. Bérénice Bejo, linda e simples, cativa com uma personagem adorável. Ótima direção, e grandes atuações, não tinha como o filme não dar certo.

Quanto aos Oscars que o filme levou, Michel Hazanavicius mereceu levar o de Diretor. Depois de assistir o filme, fica claro o trabalho que ele teve pra fazer um filme que era (é) visto como nada bom, transformar em um filme bem narrado e montado. Jean Dujardin diz duas palavras em todo o filme, e sua atuação é toda em cima de suas feições, e por isso mesmo, muito difícil de se fazer. Mas ele entrega uma atuação incrível durante todo o filme, e o Oscar de melhor Ator ficou em boas mãos. Quanto a vitória no Oscar de Melhor Filme, não posso afirmar que foi merecida (ainda não vi, todos os 9 filmes que concorreram), mas posso dizer que O Artista é um filme bem moldado, com atuação, direção, trilha, direção de arte, montagem, roteiro… tudo muito bem construido, o filme não se sustenta em apenas um quesito, tudo foi bem feito.

O Artista é uma viagem no tempo e que merece sim, ser descoberto, pois se hoje temos filmes como a saga Harry Potter, O Senhor dos Anéis, entre outros, é graças a essa origem muda e em preto e branco. Se renegarmos isso, estaremos renegando a história do cinema.

O Artista concorreu a 10 Oscars, e ganhou 5 estatuetas.

O Artista, 5 Oscars: Melhor Filme, Diretor, Ator, Trilha Sonora e Figurino.

Nota: 9,0

The Artist, 2011. Direção: Michel Hazanavicius. Com: Jean Dujardin, Bérénice Bejo, John Goodman, Penelope Ann Miller, James Cromwell, Malcolm McDowell, Beth Grant, Missi Pyle, Joel Murray. 100 Min. Comédia Romântica/Drama.

Evilmar S. de Almeida é comentarista de cinema do Claquetes. Instrutor de Informática por profissão e cinéfilo por natureza, é fundador e Editor Chefe do Claquetes desde 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s