Cinema: A Entidade

Mistérios, Sustos e Medo…

Ethan Hawke tenta desvendar o quebra-cabeça de “A Entidade”.

Em A Entidade, Ethan Hawke interpreta um escritor de livros de crime, que luta para conseguir escrever sua próxima história. Ele resolve se mudar com sua família para uma casa onde ocorreu o assassinato de uma família inteira. Lá, descobre uma caixa com vídeos, que mostram assassinatos de outras famílias, revelando a existência de algo sobrenatural e perigoso naquele lugar.

Olha, há tempos um filme não aparecia nos cinemas com um clima de tensão capaz de causar medo suficiente para relembrar os grandes clássicos do gênero. A Entidade tem falhas, é verdade, mas mesmo assim, o resultado ao final é positivo.

O filme é dirigido por Scott Derrickson, o mesmo diretor do excelente O Exorcismo de Emily Rose. Scott Derrickson consegue colocar um clima grande de tensão em A Entidade e que fica mais forte com a ótima atuação de Ethan Hawke. O filme tem seus pontos altos, quando o diretor usa o desconhecido para movimentar o filme, seja usando a escuridão ou os barulhos. Outra coisa bem interessante, são os vídeos dos assassinatos em super 8. Macabro é uma palavra que define bem esses vídeos, alguns deles são angustiantes. As cenas dos vídeos até deixam o roteiro um pouco confuso, mas no final as histórias batem uma com a outra. A única falha de Scott Derrickson é às vezes apelar para uma fórmula que os filmes de terror usam muito, que é aquele terror gratuito. Por exemplo, em determinada cena, o personagem de Ethan Hawke pausa um vídeo no seu notebook onde vemos a entidade Baghul. Logo depois Ethan vira o rosto, e o diretor faz com que o Baghul vire o rosto com o vídeo parado… não precisava… a entidade Baghul, tem um clima ótimo, mas fazer uma coisa dessas é desnecessário…

Mesmo com esses pontos desnecessários, a direção de Scott Derrickson está aprovada, pelo clima que ele deu à película. Ethan Hawke está muito bem, carregando o filme, e sendo o coração do filme. Agora outro ponto muito importante, é a trilha sonora. Que trilha é essa? Muito assustadora, a trilha está perfeita com o andamento do filme.

Com um clima que lembra muito A Bruxa de Blair, e uma trilha que bebe da mesma fonte de O Bebê de Rosemary, A Entidade está longe de ser um clássico, mas merece muito ser descoberto.

Nota: 8,0

Sinister, 2012. Direção: Scott Derrickson. Com: Ethan Hawke, Vincent D´Onofrio, James Ransone, Fred Dalton Thompson, Cameron Ocasio, Clare Foley, Juliet Rylance, Victoria Leigh. 110 Min. Terror.

Evilmar S. de Almeida é comentarista de cinema do Claquetes. Instrutor de Informática por profissão e cinéfilo por natureza, é fundador e Editor Chefe do Claquetes desde 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s