Cinema: Bling Ring – A Gangue de Hollywood

Futilidade e vagabundagem abordados no novo filme de Sofia Copolla.

Futilidade e vagabundagem abordados no novo filme de Sofia Copolla.

Nicki (Emma Watson), Marc (Israel Broussard), Rebecca (Katie Chang). Sam (Taissa Farmiga) e Chloe (Claire Julian), entre outros jovens de Los Angeles têm em comum uma vida meio vazia, de pais ausentes, como Laurie (Leslie Mann), mãe de Nicki, que não tem a menor noção do que as filhas estão fazendo nas ruas, durante o dia e, pior, durante a noite. Fascinados pelo mundo glamuroso das celebridades das revistas, como Paris Hilton, e artistas como Kirsten Dunst, o grupo começa a fazer pequenos assaltos na casa dessas pessoas, quando descobrem que entrar nas residências deles não é nada difícil. Cada vez mais empolgados com “os ganhos”, o volume dos saques desperta a atenção das autoridades, que decidem dar um basta nos crimes dessa garotada sem limites.

Baseado em fatos reais, Bling Ring: A Gangue de Hollywood mostra a história de um grupo de jovens que começaram a assaltar as mansões dos artistas entre os anos de 2008 e 2009. A ideia dos assaltos, veio depois que eles descobriram que era bastante fácil entrar na casa dos artistas.

Os cinco jovens que realizavam os assaltos, tem em comum: a obsessão por artistas problemáticos, como por exemplo Lindsay Lohan e Paris Hilton; e todos eles tem bastante liberdade, já que os pais não acompanham os seus passos de perto. Qualquer coisa que os filhos digam, eles já acreditam e não vão averiguar. Nesse ponto do filme, a Diretora Sofia Coppola mostra perfeitamente o retrato da grande maioria dos jovens de hoje em dia: interesses por coisas fúteis e coisas erradas e a escolha de certas amizades que acabam prejudicando eles mesmos e assim, os levando para caminhos errados.

Sofia Copolla não se preocupa em colocar suspense no seu filme. Ela resolve contar a história. De cara, logo no começo já deciframos todo o filme: o filme começa com imagens de segurança de um dos assaltos, e logo depois já observamos o depoimento de Marc. Pronto. Deste ponto em diante vamos apenas observar como eram os assaltos, as outras coisas erradas que o grupinho fazia, e como eles foram pegues.

Bling Ring: A Gangue de Hollywood é um ótimo aviso aos pais, e deveria ser um filme obrigatório para se assistir com a família reunida. E que fique o aprendizado aos pais, para observar de perto a vida dos jovens, porque aqui no filme (e na vida real), quando eles foram descobertos, os pais ficaram sem acreditar que tal coisa fosse possível.

Depois de algum tempo na sessão do filme, minha cabeça ficou imaginando uma sessão dupla entre Bling Ring: A Gangue de Hollywood e Curtindo a Vida Adoidado. O primeiro, mostra como os interesses dos jovens de hoje, é fútil por besteiras e coisas do gênero, enquanto o filme de Ferris Bueller, mostra como ele faz para aproveitar um dia, mesmo que seja matando aula, mas mesmo assim ele aproveita alguma parte do tempo para se encher de cultura, porque ele e seus amigos, até visitarem o museu, visitam. Então fica aqui a torcida, por um mundo com mais Ferris Bueller’s, do que com os jovens de Bling Ring: A Gangue de Hollywood.

Nota: 9,0

The Bling Ring, 2013. Direção: Sofia Copolla. Com: Emma Watson, Katie Chung, Israel Broussard, Claire Julien, Taissa Farmiga, Georgia Rock, Leslie Mann, Gavin Rossdale,Paris Hilton. 90 Min. Drama.

Evilmar S. de Almeida é comentarista de cinema do Claquetes. Instrutor de Informática por profissão e cinéfilo por natureza, é fundador e Editor Chefe do Claquetes desde 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s