Cinema: No Limite do Amanhã

Emily Blunt vive uma soldada no mais novo filme de ação de Tom Cruise

Emily Blunt vive uma soldada no mais novo filme de ação de Tom Cruise

É quase um ritual. É como ir rever um grande amigo. Os cinéfilos já estão acostumados. É quase certo todos os anos ter um filme de ação em que Tom Cruise salva o mundo. E isso não é ruim. O ator sempre caiu muito bem nesse tipo de papel, em filmes como Encontro Explosivo, Jack Reacher: O Último Tiro, ou na pele do seu personagem mais conhecido, Ethan Hunt da franquia Missão: Impossível.

Neste seu novo filme, Tom interpreta o major Bill Cage, que trabalha como secretário de imprensa do exército americano. Os humanos travam uma guerra contra os aliens. Bill Cage trabalha dando declarações para imprensa e participando de programas, onde tenta vender a imagem da vitória do seu exército. Mas ele é obrigado a sair da sua zona de conforto e é enviado para o combate, e lá, por algum motivo que será desvendado no decorrer da trama, descobre que tem um dom muito estranho, o que permite retornar para um momento de sua vida, quando ele morre. Assim, Bill usará este dom para tentar a vitória contra os aliens, mas, para isso, ele precisará da ajuda da soldada Rita Vrataski.

Porém, No Limite do Amanhã não é aquele filme do Tom Cruise como conhecemos. Aqui, o seu personagem no início é covarde. E até chega a se recusar a ir para o combate. Ele vai, mas a força. A soldada Rita Vrataski é quem o treina e o prepara para a guerra, enquanto buscam montar uma estratégia para vencer a guerra. O filme contém todos os clichês possíveis e imagináveis do cinema de ação. Cenas de lutas e batalhas surreais, e uma pitada de humor na medida certa. O longa desde o início mostra que o seu intuito é divertir. Não vá em busca de um filme inteligente, que irá mudar o modo como a ação e a ficção serão vistas. No Limite do Amanhã não quer isto, ele quer divertir! E isso ele consegue. Vale destacar também a edição do filme, muito caprichada. Em filmes que envolvem viagem no tempo, ter uma edição boa é fundamental.

Tom Cruise mais uma vez entrega uma ótima atuação, mostrando que ação realmente é com ele. Além disso, o ator está com um timing perfeito de humor para o seu personagem. Emily Blunt também está muito bem, e tem ótima química ao lado de Tom. Os efeitos especiais também são destaques, além de serem muito importante para a história. Destaque para a criação dos aliens, feios, grandes e rápidos, se mostram um adversário quase que indestrutível.

Um filme para ir ver de cabeça aberta. Para se divertir. Esta é a única obrigação que No Limite do Amanhã tem. E consegue cumpri-la muito bem.

Nota 8

Edge of Tomorrow, 2014. Direção: Doug Liman. Com: Tom Cruise, Emily Blunt, Brendan Gleeson, Bill Paxton, Jonas Armstrong, Tony Way, Kick Gurry, Franz Drameh, Charlotte Riley. 113 Min. Ação.

ass_evilmar

ass_nayara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s