Cinema: Caminhos da Floresta

Em musical com músicas pouco inspiradas, Meryl Streep mais uma vez se sobressai.

Em musical com músicas pouco inspiradas, Meryl Streep mais uma vez se sobressai.

E chega aos cinemas, Caminhos da Floresta. Mais um musical da Broadway presente na telona, com um elenco recheado de estrelas e comandado por um diretor especialista em musicais: Rob Marshall, diretor de Chicago e Nine.

Todas as histórias clássicas da Disney são conhecidas pelo público, seja ela a história da Chapeuzinho Vermelho, da Cinderela, do  João e o Pé de Feijão, da Rapunzel, entre outras. Se você não assistiu alguma, pelo menos deve saber como termina. Caminhos da Floresta utiliza muito dessas histórias, só que de maneira entrelaçada.

No filme, a trama principal gira em torno de um Padeiro (James Corden) e sua esposa (Emily Blunt), que descobrem que um feitiço está sobre o casal e por isso não conseguem ter filhos. É aí que entra a Bruxa (Meryl Steep) que determina que eles devem conseguir alguns itens para que ela possa desfazer o feitiço. Não precisa ser muito inteligente para descobrir que cada item da lista está em uma história clássica da Disney, desta maneira todas as histórias se cruzam, graças ao “feitiço” que o casal sofre.

Confesso que eu sou uma pessoa que gosta de filmes de musicais. Grease: Nos Tempos da Brilhantina é um clássico e a nova versão de Os Miseráveis é simplesmente demais! Porém, Caminhos da Floresta não segue o mesmo caminho. As canções do longa são desinteressantes, nenhuma delas fica no seu imaginário, e pra completar, Chris Pine participa de uma canção que é pra deixar qualquer um com vergonha alheia devido a cena ser brega e cafona. Fora que o filme tem um ritmo fraquíssimo. Inclusive, um dos grandes problemas do filme é parecer que vai terminar, porém passa para um terceiro ato totalmente desconexo e sem muita importância, ou no popular: ‘para encher linguiça’. Pena, porque isso só fez deixar o filme como um enredo cansativo.

No entanto, algumas coisas se salvam. Como sempre, e que não é novidade para ninguém, Meryl Streep dá um show em cena. Não importa qual o papel, Meryl é uma atriz completa, e faz tudo tão perfeito, que parece que ela é realmente daquele jeito. Emily Blunt também está muito bem, principalmente nos números musicais. Apesar das canções sem inspiração, mas a atriz se sai muito bem cantando. Johnny Depp faz uma pequena participação, mas suas cenas são emblemáticas e divertidas. Anna Kendrick mostra toda a sua beleza como Cinderela, e a atriz se sai razoavelmente bem, enquanto Chris Pine interpreta um príncipe, digamos, bem canastrão. O restante do elenco está razoável, dependendo do papel que lhe caibam.

Caminhos da Floresta sonhava em ser grandioso, porém mantem-se de pé devido ao talento grandioso de uma das maiores atrizes da história, que é Meryl Streep, e só isso já é motivo de conferir o filme, mesmo que ele tenha defeitos, Meryl é Meryl.

Nota 6

Into The Woods, 2014. Direção: Rob Marshall. Com: Meryl Streep, Emily Blunt, James Corden, Anna Kendrick, Daniel Huttlestone, Christine Baranski, Tracey Ullman, Lilla Crawford, Johnny Depp, Chris Pine. 125 Min. Musical.

ass_evilmar

ass_nayara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s