Cinema: Whiplash – Em Busca da Perfeição

Sangue, suor e glória: a trajetória de um garoto em busca de um sonho

Sangue, suor e glória: a trajetória de um garoto em busca de um sonho

Até onde iria o sacrifício do ser humano para conseguir o seu objetivo? O que o ser humano seria capaz de deixar para trás ou abrir mão para conquistar um sonho? Histórias assim, o cinema tem aos montes. Rocky Balboa é um ótimo exemplo de sacrifício do ser humano para alcançar um objetivo. Aqui em Whiplash: Em Busca da Perfeição, o sonho buscado é a música, o jazz. Pode até parecer fácil, mas a caminhada é tão árdua e longa como é a busca para se realizar qualquer sonho.

Acompanhamos a história de Andrew Neyman, um jovem que sonha em ser um gênio da bateria, como seus grandes ídolos. Para isso, ele se esforça e consegue entrar para a banda da escola. Assim, Andrew tem como maestro o rigoroso Terence Fletcher, que tem uma maneira severa de comandar a banda, e tirar tudo (e quando você assistir o filme perceberá que é tudo mesmo) de seus alunos.

O roteiro do filme é impecável, mostrando todos os conflitos de Andrew em busca do seu sonho. Da maneira rigorosa do maestro da banda, até o fato dele abrir mão de sua namorada. Andrew se desgasta de todas as maneiras, tanto física e, principalmente, psicológica. A jornada dele é desgastante, e é impossível não se afeiçoar a esse personagem tamanha é sua luta para alcançar o seu objetivo.

Dando vida a esses personagens, temos Miles Teller, que interpreta Andrew. Miles é carismático e sua entrega ao papel é surpreendente. Ótimo em todas as cenas. Agora quem está excepcional é J. K. Simmons. O ator consegue toda a seriedade que seu personagem exige, e o astro coloca uma personalidade fantástica ao seu personagem. Exigente e bruto quando necessário, Simmons tem aqui a grande interpretação da carreira.

Dirigindo este filmaço, quem diria, Damien Chazelle. Damien é responsável pelo horrível O Último Exorcismo: Parte II. Aqui o diretor maneja a câmera de maneira ágil, alcançando closes onde podemos ver no olhar o que os personagens querem dizer. Ajudado pela ótima trilha sonora, Damien consegue criar cenas tensas e dramáticas, sem cair no clichê.

Um filme artisticamente bonito, com grandes atuações. Assim é Whiplash: Em Busca da Perfeição, um filme para ser visto, revisto e ouvido.

Nota 9

Whiplash, 2014. Direção: Damien Chazelle. Com: Miles Teller, J. K. Simmons, Paul Reiser, Melissa Benoist, Austin Stowell, Nate Lang, Chris Mulkey, Damon Gupton, Suanne Spoke. 107 Min. Drama.

ass_evilmar

ass_nayara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s