Cinema: Quarteto Fantástico

Quarteto Fantástico

No meio de tantos remakes e de tantas reinvenções, chegou a hora dos heróis do Quarteto Fantástico ganharem uma nova versão para cinema. Depois de dois filmes bem abaixo do esperado, estrelado por Ioan Gruffudd e Jessica Alba, essa nova versão trás alguns elementos bacanas, porém comete alguns erros que deixa o filme bem regular em seu resultado final.

Depois de reinventar a franquia X-Men, a Fox decide trazer o Quarteto Fantástico de volta às telonas. O elenco original, que tinha nomes como Chris Evans e Jessica Alba, sai de cena com seus uniformes que pareciam roupas de malhação, e dão lugar a um quarteto de atores bem mais carismáticos e assim fazem essa nova versão ser muito superior ao original. Miles Teller, Kate Mara, Michael B. Jordan e Jamie Bell são os encarregados de darem vida ao Sr. Fantástico, Mulher Invisível, Tocha Humano e Coisa. Os quatro funcionam bem em seus papéis, com um destaque especial para Michael B. Jordan, que se mostra o mais confortável no papel. O garoto mostra talento e nos faz ficar esperando coisas boas no filme Creed, que fará ao lado de Sylvester Stallone. Miles Teller cai bem no papel do jovem que sonha em fazer seu trabalho ser útil no mundo. Além do acerto no elenco, esse novo filme funciona muito bem como introdução ao mundo do quarteto. Como se trata de introdução, ação é uma coisa praticamente nula no filme. O conflito que exige ação só acontece nos minutos finais, mas não chega a ser uma ação muito emocionante a ponto de ser chamada de clímax. Um final mais bem elaborado e com uma ação mais desenfreada, teria feito muito bem ao filme.

O principal (e gravíssimo) erro de Quarteto Fantástico está em seu roteiro. Nos últimos dias ficamos sabendo que o estúdio mudou algumas coisas, e que cenas foram gravadas sem a presença do diretor Josh Trank. Coisas como a solução que o roteiro encontra para indicar como cada um deles recebeu o seu respectivo poder é horrível, coisa amadora. O vilão do filme é muito mal aproveitado. Além do personagem não ser mais aprofundado para sabermos mais sobre ele, o roteiro também não deixa totalmente clara qual a sua motivação. Um outro ponto interessante de se analisar é que o roteiro começa mostrando que Sue e Johnny Storm têm alguns problemas na sua relação de irmãos, como se trata de um filme de introdução, o roteiro erra em não explorar mais a fundo essa situação. No mais o roteiro é bem previsível e no fim percebemos que foi aqui que o filme mais pecou. O roteiro acabou sendo o calcanhar de Aquiles do longa, que para completar ainda tem algumas falas bem clichês.

Os efeitos visuais do filme funcionam em boa parte da história. Porém o mais precário deles são os efeitos utilizados no Sr. Fantástico. Esticar pessoas não parece uma coisa muito bacana de se fazer, é uma coisa complicada fazer aquilo parecer crível, sem que o resultado final não seja tosco. Mas não foi dessa vez que ficou legal. Já o personagem Coisa funcionou muito bem na sua primeira
incursão totalmente digital nas telonas, aqui os efeitos funcionaram. Outra coisa que funciona legal no filme é a fotografia que se utiliza de cores bem dark, o ar sombrio caiu bem para o mundo que envolve o Quarteto Fantástico.

Assim é Quarteto Fantástico, um filme que pelo elenco que tem merecia um trato um pouco melhor no roteiro e um pouco mais de ação. Longe de ser horrível como muito se falou, o filme chega até a divertir nos momentos certos.

Nota 6

Fantastic Four, 2015. Direção: Josh Trank. Com: Miles Teller, Michael B. Jordan, Kate Mara, Jamie Bell, Toby Kebbell, Reg E. Cathey, Tim Blake Nelson. 100 Min. Ação.

ass_evilmar

ass_nayara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s