Cinema: Que Horas Ela Volta?

Que Horas Ela Volta

Longe das comédias blockbusters produzidas pelo cinema nacional que tomam de conta das salas dos multiplex espalhados pelo Brasil, o cinema independente brasileiro consegue produzir filmes que causam impacto, que toca e nos emociona. Que Horas Ela Volta? se encaixa perfeitamente nessa descrição. Escolhido para tentar uma vaga no Oscar de 2016, o mais novo filme nacional veio para emocionar todas as plateias.

No filme, somos apresentados a Val, interpretada por Regina Casé. Val foi embora do Nordeste para São Paulo para tentar uma vida melhor. Deixou para trás a filha e a família. Vivendo a mais de dez anos na casa dos patrões, ela é tida pela matriarca como uma pessoa “quase da família”. A vida de Val e da família da casa que cuida começa a mudar quando a filha de Val, Jéssica, resolve vir para São Paulo prestar vestibular, e enquanto estuda, ficará junto com a mãe. A presença da garota na casa ganha uma profundidade enorme na história. A diretora Anna Muylaert coloca em seu filme questões sociológicas e filosóficas de maneira tão natural, que é impossível você não se apegar a história. Percebemos que Val está completamente alienada com seu trabalho, ocultando desejos e vontades dentro de si. A divisão de classes sociais é latente ao se colocar a figura da dona da casa de nariz empinado que controla o dinheiro do marido de frente com a personagem de Val, a humilde empregada, que mostra uma bondade enorme no coração, tamanha a humildade e a simplicidade que a sua personalidade carrega.

A chegada de Jéssica à casa dos patrões da mãe é impactante. Jéssica faz parte de uma geração que não tem vergonha de falar e de agir, não importa quem esteja perto. Seja comendo um sorvete ou dizendo que vai dormir no quarto de hóspedes e não no dos fundos (junto com a mãe), Jéssica se sente muito à vontade na casa. A presença dela também estremece a relação de Val com os patrões, e a “quase da família” começa a perceber que o seu emprego pode estar ameaçado.

Diga-se de passagem, o toque especial no filme é a atuação incrível de Regina Casé. Não tenho medo nenhum de dizer que, desde Fernanda Montenegro em Central do Brasil, eu não via uma atuação tão poderosa de uma personagem feminina em um filme nacional. Regina nasceu para viver Val, é quase inacreditável como as duas se encaixam perfeitamente em uma só. Apesar de ser carioca, Regina Casé tem uma alma nordestina e por isso combina tanto com personagens dessa região. Ela que já tinha atuado tão bem em Eu Tu Eles em 2000, aqui, em Que Horas Ela Volta?, tem a melhor atuação da carreira, e uma das maiores já vistas no cinema nacional. Destaque também para Camila Márdila, interprete de Jéssica. Em seu primeiro papel no cinema, a garota já merece muitos elogios. Completam o elenco Michel Joelsas, Karine Teles e Lourenço Mutarelli.

A diretora Anna Muylaert foi muito feliz na concepção do roteiro e na direção do filme em si. Com ângulos perfeitos a diretora conseguiu criar cenas lindíssimas, apoiada a uma direção de arte bem competente. Uma cena simples, como a de Regina Casé entrando na piscina consegue ter um impacto enorme, tamanha simplicidade do longa.

Que Horas Ela Volta? está aí para mostrar que o Brasil sabe sim fazer cinema de qualidade. Um filme que retrata bem as classes sociais, com uma mensagem forte, impactante. Um filme que fará você sair do cinema refletindo sobre muita coisa. Um filme que o fará pensar. Impecável.

Nota 10

Que Horas Ela Volta?, 2015. Direção: Anna Muylaert. Com: Regina Casé, Camila Márdila, Michel Joelsas, Karine Teles, Lourenço Mutarelli, Helena Albergaria, Anapaula Csernik. 112 Min. Drama.

ass_evilmar

ass_nayara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s