Cinema: A Visita

A Visita

M. Night Shyamalan passou por diversas fases em sua carreira. Como cineasta promissor com a obra-prima O Sexto Sentido, foi consagrado com filmes como Corpo Fechado, Sinais e A Vila. Conhecido sempre por fazer grandes reviravoltas em seus filmes, Shyamalan trilhava um caminho para se tornar um dos grandes nomes do cinema, porém, seu caminho começou a ter filmes questionáveis no quesito qualidade. O diretor foi muito criticado ao fazer Fim dos Tempos, e logo em seguida veio a adaptação O Último Mestre do Ar, até esse filme, Shyamalan era conhecido pelos roteiros originais. Depois da Terra, estrelado por Will Smith, foi bem mediano, mas em A Visita, o diretor mostra que parece estar encontrando o caminho correto de se filmar novamente.

Em A Visita, acompanhamos os irmãos Becca e Tyler em uma visita para conhecer os seus avós. A mãe dos meninos fugiu da casa para se casar com o pai deles. Sem a aprovação dos pais, ela nunca mais voltou para casa onde passou a infância, mesmo depois de separada do marido. Becca então aproveita o fato de conhecer os avós e a história da fuga de sua mãe, para fazer um documentário. Porém, a visita aos avós não será tão hospitaleira. E aí está o plot para ela estar filmando boa parte de seus passos.

O que podemos perceber em tela é o domínio de um cineasta com a técnica. Shyamalan utiliza o handcam em cena de maneira perfeita. A garota tem um porquê de estar filmando, não é uma coisa aleatória e sem sentido. As cenas de terror feitas pelo diretor mostram que ele não perdeu o tato para fazer um grande filme. Shyamalan assusta com o simples, sem precisar de efeitos mirabolantes e nem apelar para o sobrenatural, ele simplesmente coloca um casal de idosos em cena e que fazem toda a diferença para o clima tenso que o filme tem. Shyamalan utiliza muito bem a casa dos idosos como personagem para criar o clima de terror. O fato dos irmãos estarem ali pela primeira vez, nos dá um real sentido de não saber para onde ir quando o pior acontece. E nos dá uma perspectiva bem interessante de como os personagens estão se sentindo.

Shyamalan utiliza tão bem a casa no filme, que consegue causar medo em uma cena em plena luz do dia. O diretor também realiza muito bem as cenas noturnas com a personagem da avó das crianças. O rosto pálido da personagem, combinado com o escuro da noite dentro da casa, são de causar arrepios.

O roteiro de Shyamalan não fica apenas nas cenas de terror. O diretor aproveita para mostrar em cena a importância de vencermos os nossos medos. Becca e Tyler têm medos a serem superados, e em cenas capitais da história, conseguem superar. E assim, o diretor consegue colocar uma mensagem importante em um filme de terror.

A Visita tem muitos pontos importantes, mas dois merecem destaque, um deles é o garoto Ed Oxenbould. Muito bem em cena, o garoto tem uma presença marcante, tanto nos momentos de terror, como nas cenas mais leves. Aliás, uma de suas últimas cenas, me fez lembrar do garoto Corey Feldman, em Sexta-Feira 13: Capítulo Final. Outro ponto que merece destaque é a volta de Shyamalan dirigindo muito bem. O diretor consegue ângulos perfeitos, enquadrando uma das melhores fotografias de sua carreira, em um filme que está longe de ser um grande clássico como O Sexto Sentido, mas que mesmo assim impressiona em termos de qualidade de direção, técnica e roteiro.

A Visita é horripilante por trazer cenas simples, mas que causam um efeito enorme em quem o assiste. É Shyamalan mostrando que está voltando com tudo. E com isso, só quem tem a ganhar são os fãs da sétima arte.

Nota 9

The Visit, 2015. Direção: M. Night Shyamalan. Com: Olivia DeJonge, Ed Oxenbould, Deanna Dunagan, Peter McRobbie, Kathryn Hahn, Celia Keena. 94 Min. Terror.

ass_evilmar

ass_nayara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s