Cinema: A Grande Aposta

A Grande Aposta

A crise vivida pelos Estados Unidos em 2008 virou filme nas mãos de Adam McKay. Estrelado por um grande elenco, divididos em quatro núcleos, o longa mostra o capitalismo de maneira nua e crua, aconteça o que acontecer.

O filme fica centrado nos personagens de Steve Carell, Ryan Gosling, Christian Bale e Brad Pitt. Todos eles têm objetivos em comum, lucrar com a crise que vai estourar.  Independente das classes sociais que vão arcar com o prejuízo. O quarteto que em poucas cenas contracenam juntos, ficam fazendo projeções e esperando a crise chegar para colher os frutos. Cabe a nós acompanharmos todo esse jogo envolvendo muito dinheiro e que ainda tem tempo para colocar muita cultura atual, seja com músicas ou personalidades desta época aparecendo em cena.

Mesmo com um elenco estelar, o filme tem um roteiro confuso em seu início. Se você, assim como eu, não estiver acostumado a esse tipo de assunto, como ações da bolsa, hipoteca e um monte de outras siglas que eles tratam, vai achar a história um pouco desinteressante. O filme melhora muito na sua reta final, próximo de acontecer toda a crise que eles preverão.

Steve Carell tem a melhor atuação entre os quatro protagonistas. Seu personagem tem a aparência cansada e confusa no meio de tanta informação que é lançada. Brad Pitt tem uma atuação normal, que não exige dele nada demais. Ryan Gosling é uma cópia de Jordan Belfort, que Leonardo DiCaprio interpretou em O Lobo de Wall Street, porém, seu personagem não tem o mesmo carisma que o de DiCaprio. Christian Bale tem um ótimo início, com seus trejeitos, porém seu personagem vai perdendo espaço conforme a história avança.

A trilha sonora do filme merece destaque. Músicas atuais de cantores americanos, até clássicas fazem parte do filme. O rock também está presente graças ao personagem de Christian Bale. O filme também tem uma ótima montagem. No mais, o longa vai muito bem.

A Grande Aposta é um filme que tem um enredo difícil de se deixar conquistar. Envolvendo números, projeções, crises, entre outras coisas, foi um filme lembrado pela Academia, mas que não deve fazer nada demais na noite do Oscar.

Nota 7

The Big Short, 2015. Direção: Adam McKay. Com: Ryan Gosling, Christian Bale, Steve Carell, Brad Pitt, Shauna Rappold, John Magaro, Melissa Leo, Marisa Tomei. 130 Min. Drama.

ass_evilmar

ass_nayara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s