Cinema: Philomena

Judi Dench entregando mais uma grande atuação em Philomena.

Judi Dench entregando mais uma grande atuação em Philomena.

Um filme forte, emocionante, e ao mesmo tempo delicado. Stephen Frears apresenta uma história baseada em fatos reais, tocando em assuntos delicados de uma forma singular, sendo capaz de criar no público emoções desconhecidas ou das quais fazemos questão de esconder. O filme tem foco na busca de Philomena Lee (Judi Dench) por seu filho, separado dela ainda quando este era criança por freiras que dirigiam um convento onde eram recebidas jovens solteiras e grávidas. Um ponto delicado do roteiro encontra-se na crítica à Igreja Católica e suas atitudes bem representadas nos atos da diretora do convento, madre Hildegard (Barbara Jefford). Sem querer pregar um antissemitismo católico, Stephen apresenta os fatos e não um posicionamento ideológico próprio.

O filme tem início quando depois de 50 anos guardando em segredo a história de seu filho, Philomena, contando com a ajuda de Martin Sixmith (Steve Coogan), parti rumo à América, em uma inusitada viagem a procura de seu filho. Porém, a busca de Philomena reserva muitas surpresas para ela e para seu companheiro de viagem Martin Sixmith, ao fim desta jornada, nada mais será igual para os dois viajantes. Muitas surpresas são guardadas para a última parte do filme, fazendo assim o filme ter um final feliz, mesmo não sendo o esperado pelo público, é mais um acerto de contas com o passado de Philomena, como algo que a impedia de ser feliz, algo que tinha que ser solucionado. Judi nos entrega uma interpretação linear, sempre no mesmo tom. Deixa claro as dores de uma mulher que se aproxima do fim da vida e que não foi capaz de esquecer o dolorido caminho trilhado por ela, emociona quando tem que emocionar e faz chorar no momento exato, não chegando a ser caricata, ou a fazer cenas de melodrama, ela enfrenta suas dores como uma pessoa normal, e esse é o grande diferencial na atuação de Dench. Se ganhar o Oscar será merecido. Das atuações indicadas que já assisti, julgo esta como a melhor.

Nota 8

Philomena, 2013. Direção: Stephen Frears. Com: Judi Dench, Steve Coogan, Sophie Kennedy Clark, Mare Winningham, Barbara Jefford, Michelle Fairley. 98 Min. Drama.

ass_manoel

ass_nayara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s